quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Os últimos 20 segundos de coragem

Gosto  tanto de você e não sei o que fazer...pra onde olhar, que caminho seguir ou se você precisa um pouco da minha ajuda. Gosto tanto de você que as vezes chega a doer e eu me afundo em sentimentos conflituosos de ódio e amor. Sinto sono, sinto fome, sinto dor, sinto tudo o que não queria sentir porque é mais fácil não sentir e não ser nada, além de vazio..além de um  amontoado de celulas caminhado pelo mar, pelo ar, ultrapassando as barreiras da tensão superficial, da superficialidade de contato, que acaba no gozo, no que se pode expelir, mas não se introjeta. Gosto tanto de você que não me lembro como se pontua frases, as virgulas não fazem sentido e os pontos destruiriam toda euforia pacífica. Colha por ai, os pedaços que encontrar do meu amor. Eu espero por você.

Nenhum comentário: